quinta-feira, 28 de maio de 2009

Então eu grito...


Porque há o direito ao grito.
Então eu grito.
Grito puro e sem pedir esmola.

(Clarice Lispector)

4 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Estou com um grito entalado na garganta.

beijooo.

Helinha disse...

Amiga Ana...

Liberte-o!!

Liberte-se...

^^


Beijos!!

Mari disse...

Eu já nem grito mais... Já não tenho forças pra gritar...

magnun68@gmail.com disse...

Helinha,bom dia,sou magnun,irmão da ana maria do atelier dos tapetes.
tenho um blog,"muito alem das palavras",sempre que precisar gritar,visite meu blog,e vai ver que o grito não é tão importante assim,são brincadeiras com palavras,dencontrações.
convide a Mara,que tambem não tem forças para gritar:
"o único grito que é importante,é o "SOS",
MAGNUN