quinta-feira, 25 de junho de 2009

Aos que vão nascer...


É verdade, vivemos em tempos sombrios.
Palavra inocente é tolice. Uma testa sem rugas indica insensibilidade. Aquele que ri, apenas não recebeu ainda
a terrível notícia.

Que tempos são esses, em que
falar de coisas inocentes é quase um crime?
Pois implica silenciar
sobre tantas barbaridades...
Aquele que atravessa a rua tranqüilo
não está mais ao alcance de seus amigos
necessitados?

Sim, ainda ganho meu sustento.
Mas acreditem: é puro acaso.
Nada do que faço me dá direito
de comer a fartar.
Por acaso fui poupado.
(Se minha sorte acaba, estou perdido.)
As pessoas me dizem: Coma e beba!
Alegre-se porque tem!

Mas como posso comer e beber, se
tiro o que como ao que tem fome
e meu copo d’água falta ao que tem sede?
E no entanto eu como e bebo.

Eu bem gostaria de ser sábio.
Nos velhos livros se encontra
o que é sabedoria:
manter-se afastado da luta do mundo
e a vida breve levar sem medo.
E passar sem violência.
Pagar o mal com o bem.
Não satisfazer os desejos,
mas esquecê-los.
Isto é sábio.
Nada disso sei fazer:
É verdade, vivemos tempos sombrios.

(...)

Vós, que surgireis da maré
em que perecemos,
lembrai-vos também,
quando falardes das nossas fraquezas,
lembrai-vos dos tempos sombrios
de que pudestes escapar.

Íamos, com efeito,
mudando mais freqüentemente de país
do que de sapatos,
através das lutas de classes,
desesperados,
quando havia só injustiça
e nenhuma indignação.

E, contudo, sabemos
que também o ódio contra a baixeza
endurece a voz. Ah, nós que quisemos
preparar terreno para a bondade,
não pudemos ser bons.

Vós, porém, quando chegar o momento
em que o homem seja bom para o homem,
lembrai-vos de nós
com indulgência.

(Bertolt Brecht)

-------------------------------------------------

Bertolt Brecht (Augsburg, 10 de Fevereiro de 1898 — Berlim, 14 de Agosto de 1956) - Nascido Eugen Berthold Friedrich Brecht na Baviera, Brecht estudou Medicina e trabalhou como enfermeiro num hospital em Munique durante a Primeira Guerra Mundial. Filho de Berthold Brecht, diretor de uma fábrica de papel, católico, exigente e autoritário, e de Sophie Brezing (em solteira), protestante, que fez seu filho ser batizado nesta igreja e com este nome. Sofreu, como todos em seu país, a sensação de desolamento de encarar um país completamente destruído pela guerra.

Seus textos o fizeram conhecido mundialmente e suas críticas enérgicas quase lhe custaram a própria vida, durante a Segunda Guerra Mundial e o regime nazista,sendo a temática bélica sempre recorrente em suas obras.

Brecht é um dos escritores fundamentais deste século: revolucionou a teoria e a prática da dramaturgia, mudou completamente a função e o sentido social do teatro, usando-a como arma de conscientização e politização.


Não conheço toda a obra de Brecht, mas sou fã de tudo o que conheço. Seus textos são extremamente politizados e conscientes. E, embora tenham sido escritos há muitas décadas, são profundamente atuais!

Imagem: Retirantes, de Portinari, 1944.

Hélia

22 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA HELINHA, ESTOU SEM PALAVRAS, PERANTE TÃO BELA POSTAGEM AMIGA... SIMPLESMENTE SUBLIME!!!
VOTOS DE UM MARAVILHOSO FIM DE SEMANA... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

lili laranjo disse...

Helinha
A Amizade e a lua ´são assim... lindas... enigmaticas ...
mas...fortes...

Adorei ver-te no meu canto
estamos em sintonia.
um beijo no teu coração...

deixei selo paRA TI...

Déia Arakaki disse...

Oi Querida Helinha, mais uma vez passo aqui em seu cantinho para te deixar o meu carinho e o meu agradecimento por sua presença la no meu blog viu!!
Aproveito a oportunidade para lhe desejar um lindo e abençoado Final de Semana
bjs

Fernanda disse...

É engraçado com tem autores que conseguem, mesmo estando a uma época tão diferente da nossa, conseguem refletir o que é atual em nossa sociedade!

Acredito até que as "fases" que a sociedade passa são cíclicas... O que passamos hj já foi vivido anteriormente, mas lógico que com uma adaptação feita pela modernidade!

Obrigada pela força no blog...
E falando sbre isso... Sei q meu namorado tah passando por uma fase dificil, mas, isso machucatanto que cansa! To perdendo a vontade fik perto dele! Ainda o amo mto, mas ele me trata com um certo despreso (q acredito não ser por mal), mas acaba me afetando!
=(

desculpe o desabafo!
bom fim de semana!
^^

Sandra disse...

Oi minha linda!
Só passei para lhe deixar um oi.
Estou sou tempo.
Voltarei.
Sandra

Everson Russo disse...

Obrigado pelo carinho da sua visita, tenha um maravilhoso final de semana muita paz, amor e felicidades...beijos carinhosos no coração...

Pelos caminhos da vida. disse...

TEM SELINHO LÁ PRA VC.

BEIJOOO

Valter Montani disse...

Passei aqui para agradecer sua visita e comentário e lhe parabenizar por ser uma pessoa sorridente. Saiba que dessa maneira contribui para tornar o dia de muita gente melhor.
E parabéns pela postagem do Bertold Brecht. bjs e bom fim de semana Helinha.

Magnun disse...

Bom dia Helinha,só não vou te falar um OI,porque a Brasiltelecon se uniu com a OI.
linda poesia desse rapaz,BERTOLT BRECHT,tempos sombrios,tempos atuais.
mas lembre-se ,só existe a sombra,porque existe o sol.E o sol, é ESSENCIAL,como creio que a sombra tambem seja.
MAGNUN,NEM EU ENTENDÍ QUE QUE EU DISSE.

Cleo disse...

Menina, atualíssimo o texto, bela escolha. Postagem inteligente.
Beijos Helinha e um esplêndido fim de semana.
Cleo

Amiga do Cafa disse...

Helinha,
dizer o quê diante de um texto intuitivo, inteligente e sensível ?
Texto atualíssimo !
Parece que foi escrito ontem.
Um texto eterno.
Parabéns por postá-lo !
Bom final de semana.

Valdemir Reis disse...

Olá Helinha estou visitando, parabéns pelo belissimo trabalho, excelente. Quem segue acompanhado de um amigo vai mais longe, muito além...
Compartilho o texto a seguir
“A amizade é assim:
É sentir o carinho,
É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristeza.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
È a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
Apenas vive!”
Olavio Roberto
Grato de coração por sua atenção e gentileza. Deixo votos de um fim de semana repleto de muitas alegrias, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

Dalinha Catunda disse...

Helinha,
Parabéns pela escolha do texto, que realmente se aplica bem, aos dias de hoje. Postando Bertold Brecht, você nos traz um pouquinho para a realidade.
Um abraço,
Dalinha

Sandra disse...

Bom dia minha Linda!
Tem pinhão no curiosa para vc.
Passe lá.
Com carinho
Sandra

Everson Russo disse...

Passando pra desejar uma linda terça feira pra ti querida...beijos

Everson Russo disse...

Passando pra desejar um dia maravilhoso...beijos

Barbara disse...

VOCÊ ESTÁ PREMIANDO QUEM VEM AQUI.
MULHER RICA DE TANTO DIVIDIR.
DE SABER ONDE BUSCAR.
SÓ TINHA QUE TER ESTE NOME...

Luiz Caio disse...

Oi Helinha! Como vai?

Os problemas do mundo se repetem sempre, desde o principio de tudo! E assim seguem se renovando, e sendo os mesmo... É uma imensa estrada sem final!

TENHA UMA LINDA TARDE!

BEIJOS.

meus instantes e momentos disse...

passando para te desejar um ótimo dia.
Maurizio

Brechó Maluco disse...

Olá

Estou aqui para te fazer um convite...

Venha conhecer meu blog-brechó:

http://brecho-maluco.blogspot.com

Espero sua visita.

MEUS PENSAMENTOS disse...

ja tem premiados no blog meus pensamentos

Valdemir Reis disse...

Amiga Helinha passando e compartilhando:
O valor da amizade?
“Quantas vezes são os amigos que nos fazem sorrir quando tínhamos vontade de chorar, mas a sua simples presença traz de volta o sol a brilhar em nossa vida.
Entretanto, não existe só alegria, amor, felicidade nesta relação que como em qualquer outro relacionamento, passa por crises passageiras, por momentos intempestivos, abalos ocasionais.
Podemos comparar esse elo de amizade ao tempo que passa por alterações climáticas constantemente, mas é dessa forma que aprendemos a nos conhecer, compartilhar momentos, que se desenvolve uma amizade.
É na amizade verdadeira que encontramos sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade, fraternidade.
Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar conosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir.” Autora: Sandra Q. Nogueira
Permita deixar um recado o nosso Blog www.valdemireis.blogspot.com foi indicado para participar do “CONCURSO TOP BLOG CATEGORIA VARIEDADES”. Fique a vontade. Honrado e feliz, antecipadamente agradeço por sua visita e voto, meu muito obrigado!!! Desejo um ótimo fim de semana, muitas bênçãos, paz, saúde e proteção, brilhem sempre! Fique com Deus. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Sucesso.
Valdemir Reis