quarta-feira, 3 de junho de 2009

Então, de repente...


Mas... se eu tivesse ficado, teria sido diferente?

Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente?

Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê.

Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido...

*
*
*

... Então, de repente, sem pretender, respirou fundo e pensou que era bom viver. Mesmo que as partidas doessem, e que a cada dia fosse necessário adotar uma nova maneira de agir e de pensar, descobrindo-a inútil no dia seguinte - mesmo assim era bom viver.

Não era fácil, nem agradável. Mas ainda assim era bom. Tinha quase certeza.

(Caio Fernando Abreu)


[Não tem muito o que comentar... Digamos que é apenas para complementar o texto que postei ontem - o da tirinha da Mafalda... ]

7 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA HELINHA... EU GOSTEI DA TUA DIVAGAÇÃO... LINDO MENINA... ABRAÇOS DE CARINHO E UMA NOITE FELIZ,
FERNANDINHA

Anônimo disse...

Existem várias formas de se mostrar.
Uma fotografia, uma biografia...
Aqui, vejo que você se define. Mesmo que você não conte aqui os seus mais íntimos segredos. Mas alguns segredos acabam sendo desvendados através dos seus textos. Os que você escreve - e escreve muito bem - ou os que você transcreve.
Vejo você delineada aqui e parte de sua história também.
Bjs

Déia Arakaki disse...

Bom Dia Querida!!
É sempre melhor interromper uma historia no meio quando se tem certeza de que não dara certo , do que insistir e depois sofrer muito muito mais!!


Beijos linda!!

Sandra disse...

Oi linda!
Passei pela indicação do blog encantos da minha querida madrinha Marcia. estou levando o selo.
Venha também me visitar, tem selo lá para vc. tbém. Espero que goste.
Ficarei feliz com a sua visita e principalmente se fores minha seguidora.
Concordo com o que Déia disse.
Bjs.
Sandra

Austeriana disse...

A vida é feita de momentos bons e de tempos difíceis. Há que acreditar na mudança até porque tudo é efémero ... até as dificuldades!

jverdi disse...

Oi

Te convido pra conhecer meu Blog e minhas idéias.
Qdo. tiver um tempinho, dá um pulo lá.

http://www.julio-verdi.blogspot.com/


Bjs


Júlio Verdi

Déia Arakaki disse...

Obrigada minha linda , por tão suaves e lindas palavras de ternura sobre meu texto de hoje!!
Não poderia eu deixar de mais uma vez passar aqui e te deixar meu abraço carinhoso.

Obrigada por estar presente no meu cantinho!!

Um Beijao