segunda-feira, 1 de junho de 2009

Porque é Junho, enfim...


Porque é junho...

E em junho comemora-se no Brasil o "Dia dos Namorados" que, embora seja uma data comercial, e embora seja importante celebrar o amor todos os dias, e embora seja tão gostoso ter gestos de carinho sem data marcada... é muito gostoso também o clima do dia 12 de junho!!

E em junho começa o inverno (que eu AMO!), e as noites são mais longas (hummm... que sugestivo!!) e os dias são mais curtos...

E em junho é meu aniversário e eu a-do-ro fazer aniversário (nem ligo de ficar mais velhinha!!)...

E talvez porque por estes dias eu esteja extremamente romântica...

Enfim, porque é junho... não resisti e resolvi começar o mês com um poema de Neruda - versão em português...

(Este poema é maravilhoso e fala muito de mim também!!)


Se tu me esqueces...
(Si tú me olvidas)
Pablo Neruda


Quero que saibas
uma coisa.

Tu sabes como é:
se contemplo
a lua de cristal,
os ramos rubros
do outono lento da minha janela,
se toco
ao pé do lume
a impalpável cinza
ou o corpo enrugado da lenha,
tudo a ti me conduz,
como se tudo o que existe,
aromas, luz, metais,
fossem pequenos barcos que navegam
em direção às tuas ilhas que me esperam.

Ora bem,
se a pouco e pouco deixas de amar-me,
deixarei de amar-te a pouco e pouco.

Se de repente me esqueceres,
não me procures,
que já te haverei esquecido.

Se consideras longo e louco
o vento de bandeiras
que percorre a minha vida
e decidires
deixar-me à margem
do coração em que tenho raízes,
pensa
que nesse dia,
nessa hora,
levantarei os braços
e as minhas raízes irão
procurar outra terra.

Mas se em cada dia,
em cada hora,
sentes que a mim estás destinada
com doçura implacável...

Se em cada dia em teus lábios
nasce uma flor que me procura,
ai, meu amor, ai, minha,
todo esse fogo em mim se renova,
em mim nada se apaga
nem se esquece...

O meu amor
do teu amor se nutre, amada,
e enquanto viveres
continuará nos teus braços
sem abandonar os meus."

(Poema de Pablo Neruda in "Os versos do Capitão")

12 comentários:

Henrique disse...

"Linda e sabe viver, você é linda sim".
Uma mulher que gosta de Clarice Lispector, Marisa Monte e Pablo Neruda só pode ser muito especial.
O seu Allan é um homem de sorte.
Bjs

Lucas disse...

Não tenho namorada mas adoro esse mes é romantico hehe
Bjxxx
e n paro de escrever enquanto tive assuntos

hehe

bjxxx

Dalinha Catunda disse...

Olá Helinha,
Junho realmente é um mês especial.
Um clima adorável. Mesmo sabendo-se dessa parte comercial, é bom lembrar e festejar o dia dos namorados e sacudir um pouco a relação, mesmo quando compartilhamos a vida a dois há muito tempo.
Obrigada pelo selo e pela visita.
Um abraço,
Dalinha

Cleo disse...

Que poema maravilhoso do Pablo Neruda, bela escolha.
Helinha, tem um selo prá ti, vá buscar menina.
Beijos e feliz terça.
Cleo

Max Psycho disse...

então né, para mim nem é tão especial a data, primeiro porque eu não acreditava no amor e quando passei a acreditar, ele veio e foi embora rapidinho, então chega de deixar este tal de amor zuaer minha cabeça, respeito quiem acredita, mas pra mim não, bjus gata

Valter Montani disse...

Helinha,


Muito obrigado pelo carinho da sua amizade, espero que junho seja um mês epecial para você. Desejo que seu aniversário seja uma data muito especial e que não lhe falte saúde e paz, pois aprendi que o resto a gente busca. bjs

Déia Arakaki disse...

Oi Querida Bom diaaaaaaaaaaaaaa..
Passando para lhe deixar meu carinho e o desejo de um lindo e abençoado dia
bjs

Anônimo disse...

BOM DIA HELINHA,PASSEI PRA TE DESEJAR SORTE,E É ESSENCIAL QUE VC VISITE MEU BLOG,TEM POSTAGEM NOVA.
TCHAU,
MAGNUN

Austeriana disse...

Diz o bardo que «(...)o verdadeiro amor é como a aparição dos espíritos: toda a gente fala dele, mas poucos o viram.»
(Autor: François La Rochefoucauld)Espero que aí, no Brasil, muitos o vejam(em Portugal, o Dia dos Namorados é em Fevereiro)!
Bjikos

Amiga do Cafa disse...

Lindo poema de Neruda !
Gosto de Junho pq é meu niver também e tem festa junina, fogueira, canjica, hummmmmmmm.
Dia dos Namorados ?
Xiiiiiiii faz tempo q não sei o que é isso. ( risos )
Beijão!

Luiz Caio disse...

Oi Helinha!

Ah, eu também sou assim!... Amo quase que incondicionalmente! gosto do romantismo dos tempos antigos, gosto das canções românticas antigas, gosto do amor, gosto muito de agradar a pessoa amada... Mas se o meu amor não me ama mais! Então não poderei disperdiçar o meu aféto, dedicando-o a quem o rejeite... Depois de um amor vem outro amor, e outro, e outro, e outro... Amores vêm e vão! Até que por fim, surja o nosso grande amor!

E POR FALAR EM GRANDE AMOR... MUITAS FELICIDADES ENTÃO! PARA VOCÊ, PRO SEU AMOR, E PARA TODOS QUE VOCÊ AMA, E QUE TE AMAM TAMBÉM!

TENHA UMA LINDA NOITE!

BEIJOS.

MEUS PENSAMENTOS disse...

TEM HOMENAGEM PRA VC NO EN-CANTOShttp://encantosamigos.blogspot.com/
Ñ ESQUEÇA DE PEGAR O SELO DO EN CANTOS ,BJS!