sábado, 1 de junho de 2013

Pra lembrar você...


Eu pensei que conseguiria seguir minha vida sem me lembrar de você. E eu fui seguindo, mesmo. Mas sem me lembrar de você? Não, isso eu não consegui.

Não é que eu não viva, como as outras pessoas. Eu vivo. Minha vida não parou por sua causa. Eu acordo pela manhã, trabalho, estudo, converso com outras pessoas, posto em redes sociais, ouço músicas, assisto TV, como, bebo, amo, durmo... Enfim, essas coisas todas que milhões de seres humanos fazem todos os dias. E, para ser bem sincera, eu até consigo ter meus momentos de felicidade. Sim, eu tenho sorrisos verdadeiros.

Mas sempre tem aquela parte do dia em que alguma coisa me lembra você. Uma reportagem no jornal, uma frase que alguém diz, uma comida, um poema, uma música. Às vezes nem acontece nada, eu simplesmente me lembro de você. Assim mesmo, do nada. E dá uma vontade de te procurar, de saber como você está. De te ouvir, de te falar de mim. Ou simplesmente de te sentir presente, de alguma forma.

Em alguns momentos eu faço isso mesmo. Não resisto: te procuro. E é bom demais enquanto dura, enquanto eu não acordo para a realidade de que eu e você não somos "nós".

Mas tem outros momentos em que eu me seguro e a razão fala mais alto. Então eu não te procuro e dou um jeito de sublimar esse desejo. Eu fujo.

E aí eu sou essa pessoa que passa pelas ruas, todos os dias. Que tanta gente vê, mas que poucos enxergam de fato. Eu sou aquela que caminha sorridente e decidida, a quem tantos admiram pela serenidade. Mas talvez só você saiba que, lá no fundo de mim, mora aquela mesma moça sensível e ingênua, que um dia enlouqueceu por você. E que sonha, apenas, em esquecer toda prudência e toda razão. Para viver, simplesmente, feliz ao lado seu.

^^

Hélia

6 comentários:

Inge Lobato disse...

Que lindo, Helinha! Fiquei imaginando você vivendo sua vidinha normalmente, mas com uma música tocando bem lá no fundo do coração, que diz mais ou menos assim: "eu sei que vou te amar, por toda minha vida, eu vou te amar, desesperadamente, eu sei que vou te amar. E cada verso meu será pra te dizer que eu sei que vou te amar
por toda minha vida..." Amo demais te ler, menina linda! Um beijo enorme!

Edilma Maria disse...

Bacana ler tanto sentimento... Muito bonito! ;] Beijos!

Tatiana Kielberman disse...

Minha querida Helinha,

Pude sentir doçura em suas palavras e degustar cada umas das sensações!

É claro que morri de ciúme por esse texto não estar no Retratos, né? (sim, sou dessas... rsrs)

Mas também estou muito feliz pelo novo visual do blog e por tão lindas inspirações que você faz desabrochar neste espaço!

E acho mesmo que, quando a gente realmente ama alguém, fica impossível não se lembrar dessa pessoa em cada centelha de minuto, mesmo que o cotidiano pareça igual e, aparentemente, estejamos seguindo adiante... ^^

L-I-N-D-O!

Um beijo enorme e admirado sempre!!

Joakim Antonio disse...

"Mas tanto faz!
Já me esqueci
De te esquecer
Porque!
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar..."

É tão bom quando isso acontece, felicidade não tem hora pra baixar em todos nós, e nem precisa, pois é sempre bem vinda.

Beijo com pão de queijo e café quentão, pra espantar o frio e o coração permanecer quentinho!

JOSÉ CARLOS SOBROZA disse...

Dói demais...
colocas meus sentimentos verdadeiros...

José María Souza Costa disse...

CONVITE
Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com