sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Poeminuto nº 02


Então me ame
sem explicar e sem pedir licença... 
Aplaque em mim
essa saudade imensa...

^^

Hélia




[Poeminutos são pequenos poemas - normalmente com até 130 caracteres, tendo ao final a tag #poeminuto -  postados no Twitter]

11 comentários:

Sandra Cajado disse...

Além de poeta,ainda explica carinhosamente aos leitores sobre o #poeminuto...

Coisas que só a Helinha faz!

Lindo o poeminuto!


Um beijo.

Tatiana Kielberman disse...

"Mas se amo os teus pés é só porque andaram sobre a terra e sobre o vento e sobre a água, até me encontrarem." (Pablo Neruda)

Lindo #poeminuto, amada Helinha! Assim como todos os outros que você escreve...

A gente consegue até sentir, enxergar e viver o momento descrito!

Beijos, amo você!!

MEUS PENSAMENTOS disse...

AMIGA TUDO AQUI ESTA LINDO ! E O POEMITO AMEI..BJS!

Suzana Martins disse...

Já tens morada garantida!!!!

Beijos amada!!!!

#amo

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Helinha!

Uma belezura!

Nada é mais gostoso do que se matar uma saudade!!!

Um beijo!

Sonia Regina

HSLO disse...

Super forte...sensível, necessário...nossa..adorei.

abraços
de luz e paz

Hugo

Valter Montani disse...

Olá Helinha tudo bem?

Estive afastado das atividades do blog por motivos de força maior, mas não poderia deixar de passar aqui para agradecer por seu carinho, visita e comentário. Acredite, são essas atitudes dos amigos que me dão forças para continuar por aqui. bjs saúde e paz!

NEUSA GADELHA disse...

HÁ TEMPOS NÃO PASSAVA POR AQUI, E ME SURPRENDÍ POSITIVAMENTE COM O RUMOS QUE DEU A SEU BLOG, JÁ ERA BOM DEMAIS AGORA ESTÁ INIGUALÁVEL.
PARABÉSN!

Inside Me disse...

helinha, meu bem, amei o post, mt bom voltar e ler seu blog, bjs no coração

Julliany kotona disse...

Amei teu blog te achei no blog da minha amiga van gostei daaqui e resolvi ficar to seguindo bjos querida.

João Poeta disse...

Enquanto há núvens negras pairando sobre nós, o sol do amor pode resplandecer exultante em nosso coração.
Tudo é uma questão de estar aberto à felicdade ou ficar perdido no marasmo de nós mesmos...
Até...